Ivan Mercadante Boscardin (Mercadante Advocacia), Advogado

Ivan Mercadante Boscardin (Mercadante Advocacia)

(9)São Paulo (SP)
416seguidores5seguindo
Entrar em contato

Sobre mim

Advogado especialista em Direito Imobiliário e Consumidor
Ivan Mercadante Boscardin
OABSP 228.082

Advogado atuante há mais de dez anos no Estado de São Paulo

Formado pela Universidade São Judas Tadeu

Especialista em:

Direito Civil com ênfase em Direito Empresarial (IASP)

Direito Processual Civil (PUC SP)

Direito Imobiliário e Registral (EPD)

Arbitragem nacional e estrangeira (USA/UK)

Autor do livro: Aspectos Gerais da Lei de Arbitragem no Brasil

Idiomas: Português e Inglês

mercadante@mercadanteadvocacia.com

11-4123-0337 e 11-9.4190-3774

Verificações

Ivan Mercadante Boscardin (Mercadante Advocacia), Advogado
Ivan Mercadante Boscardin (Mercadante Advocacia)
OAB 228,082/SP

Autor (Desde Jun 2017)

PRO
Desde April 2016

Principais áreas de atuação

Direito Arbitral, 16%
Direito do Consumidor, 16%
Contratos, 16%
Direito Empresarial, 16%
Outras, 36%

Primeira Impressão

(9)
(9)

9 avaliações ao primeiro contato

Direito Imobiliário

Comentários

(167)
Associação de Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário (Ademi)? O Brasil é realmente um local fora do contexto global. Não é de hoje que sabemos existir mais de 15 mil (!) associações, confederações e afins, sendo a imensa maioria entidades inúteis e que só servem para atrapalhar a vida das pessoas e arrecadar dinheiro. Porém, não deixa de chamar a atenção para o número incrível de entidades envolvidas no setor imobiliário! Existe a ABRAINC, o SECOVI e agora essa tal ADEMI. Para que tantas entidades? Basta uma só. A existência de tantas associações para um único mercado só gera confusão e desconfiança.
A Ademi vai ao STJ para espernear a atual crise do mercado imobiliário e talvez culpar os consumidores pelo número de distratos e pedir maior colaboração dos membros do Poder Judiciário nas decisões, já que é isso o que essas entidades têm feitos nos últimos meses.
Pura perda de tempo e esforço. Quem gira a economia é o mercado de consumo e não adianta essas associações de incorporadoras afirmar que o culpado é o consumidor ou o Poder Judiciário no tocante aos distratos. Distratos sempre existiram e sempre existirão. Claro que quando há crise no país, como a atualmente vivenciada, há mais distratos do que o normal, mas isso é cíclico. Basta a economia entrar nos trilhos e o país volta a crescer, atingindo consumidores e fornecedores.
O que essas entidades que representam os interesses dos incorporadores precisam compreender é que não adianta chorar no STJ ou no Palácio do Planalto para solicitar ou fazer lobby para que haja uma regulamentação no mercado.
Cada caso é um caso e o Judiciário têm analisado as situações de distrato de forma individual.
Eventual regulamentação nesse setor só traria benefícios às incorporadoras e aniquilaria os direitos do consumidor, o que não me parece que acontecerá, embora não se possa duvidar do posicionamento inescrupuloso de alguns Ministros e membros do Governo Federal.

Recomendações

(20)

Perfis que segue

(5)
Carregando

Seguidores

(416)
Carregando

Tópicos de interesse

(23)
Carregando
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres
Fale agora com Ivan
(011) 4123-03...Ver telefone
(011) 94190-37...Ver telefone
(011) 3522-93...Ver telefone
Avenida Paulista, 575, 19º andar, Ed. Barão de Ouro Branco - Bela Vista - São Paulo (SP) - 01311-911

Ivan Mercadante Boscardin (Mercadante Advocacia)

Avenida Paulista, 575, 19º andar, Ed. Barão de Ouro Branco - Bela Vista - São Paulo (SP) - 01311--911

(011) 4123-03...Ver telefone

(011) 94190-37...Ver telefone

(011) 3522-93...Ver telefone

Entrar em contato